Terraço no Campo Pequeno

Espaço exterior - privado

Lisboa

Obra concluída

2018

 

Encontrávamo-nos num interior de quarteirão, onde a vista era os alçados tardoz de vários prédios que denunciavam algum desinteresse estético pelo facto de estarmos nas traseiras do edificado. O projecto passava pela requalificação de um terraço de área generosa - 137 m2 - que era de uso exclusivo do apartamento adjacente.

O terraço encontrava-se praticamente vazio, sendo que só cerce de 1/3 estava ocupado com algum mobiliário de exterior e tinha pavimento, o restante espaço estava em tela isolante à vista e era marcado por 4 claraboias.

O desafio passava por ocupar esta grande área criando zonas diferentes e ao mesmo tempo combater a forte exposição solar que tornava a permanência no espaço pouco agradável. Sendo uma área de uso exclusivo mas pertencente ao Condomínio, a intervenção deveria ser de construção leve e de ar efémero, acabando por se resolver esta premissa com toda uma estrutura de madeira que está amarrada entre ela e só amarra aos muros existentes em 4 pontos, sendo possível, desamarrando esses pontos levantar toda a intervenção construída.

O espaço acaba por ser dividido em diferentes zonas, a mais perto da cozinha como zona de refeições com o apoio de uma bancada e de um dos bancos, uma zona de lazer que está num patamar mais alto e é definido por mais dois bancos, uma zona de sombra e mais privada como uma pequena "estufa" e por fim deixa-se uma zona técnica de apoio à manutenção do espaço.

Destacamos a diagonal que coze o novo pavimento em deck ao pavimento existente e a experiência executada ao revestir os bancos com restos de azulejos - os cacos de azulejos foram comprados ao caco (desperdício de fábricas) e também restos de obras em execução na altura.

 

Trabalhos realizados: Estudo Prévio + Projecto de Execução + Acompanhamento de obra

Fotos: Mariana Cidade & Ricardo branco

Obra: Cimeira, Indústria e Comércio de Construção Civil, Lda

Revestimentos de bancos em azulejos em cacos: Mariana Cidade